Seguidores

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

DICAS PARA UMA BOA ALIMENTAÇÃO

  • 1. Dividir a alimentação em 3 refeições principais e 3 lanches intermediários. Isso evita que o indivíduo fique beliscando entre as refeições, já que irá consumir pequenos lanches, aumentando o trabalho intestinal, pois haverá estímulo constante do trato digestivo e aumenta o gasto de energia para o metabolismo dos alimentos. Além disso, pequenos volumes ingeridos várias vezes ao dia fazem com que um estômago dilatado volte aos poucos ao normal.
  • 2. Deve-se mastigar no mínimo 30 vezes cada garfada. Esta ação proporciona uma melhor digestão e um melhor aproveitamento dos nutrientes, maior gasto de energia e uma menor ingestão alimentar, pois comendo devagar, uma menor quantidade de alimentos fará com o indivíduo se sinta  saciado.
  • 3. Deve-se ingerir muito líquido, principalmente água (2 a 3 litros) para a manutenção das funções normais do organismo, mas sempre no intervalo das refeições. Duvido se beber água, sem sede, será aconselhável. Se o fizer, pessoalmente sinto-me inchada. Consultei um dia, um médico japonês que me disse: "nunca beba água se não tiver sede. Mas atenção: mantenha uma alimentação saudável! Caso contrário, irá precisar de muita água, para 'lavar' o aparelho digestivo". Quanto mais saudável fôr a sua alimentação, menos consumo de água necessitará."
  • 4. O açúcar deve ser diminuido ou substituído por algum outro adoçante. É muito calórico e não traz benefícios à saúde. Não concordo. Prefiro substituir o açúcar branco, refinado, industrializado, por açúcar mascavado, de boa qualidade.
  • 5. As fibras devem fazer parte da ingestão diária para assegurar um bom funcionamento intestinal e para auxiliar na prevenção e tratamento de doenças como o aumento do colesterol e câncer de cólon. Além disso, alimentos ricos em fibras reduzem a sensação de fome. Recomenda-se o consumo de 20 a 30g de fibras por dia.
  • 6. O exercício físico, quando praticado de forma correta e orientado por profissional especializado, acelera a queima da gordura armazenada, auxiliando na redução de peso.
  • 8. Não dormir logo após as refeições e não comer alimentos pesados à noite, pois nesse período a digestão é mais lenta e difícil.


Sem comentários: