Seguidores

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

A ALIMENTAÇÃO E A CRIANÇA

Regras que defendo, para uma saudável relação criança-alimento.

O que entendo não devamos fazer:
 
1 - entreter a criança com brinquedos, jogos, filmes, etc., enquanto come.
2 - forçá-la a comer a quantidade que entendemos deva enfiar no estômago.
3 - andar a correr atrás dela, de prato na mão.

O que, na minha opinião, cada atitude destas, respectivamente,  pode provocar:

1 - prepotência na criança, que se julga no direito de exigir de nós essa tarefa.
2 - aversão pelas refeições, ou mesmo pelos alimentos. 
3 - falta de respeito pelo dever de sentar-se à mesa a comer, até para aprender a 'saborear' esse momento
     de convívio familiar.

Estou de acordo com o Dr. Benjamim Spock quando aconselha a deixar que a criança coma com  as mãos, para aprender a gostar dos alimentos. O início é 'catastrófico', mas, poco a pouco, vamos ensinado a criança a utilizar a colher, depois o garfo e, mais crescidinhos, o garfo e a faca.

Tenho assistido e verdadeiros 'desastres', no que toca à forma como a refeição de certas criança é orientada pelos pais e isso é lamentável, quanto a mim. Não pode haver um saudável relacionamento com o alimento, se não habituarmos a criança, 'suavemente', como comer, o que comer e o mínimo que deverá comer, se o todo não fôr o que deseja.

Maria Letra
Imagem da net

2 comentários:

Elaine Barnes disse...

Sabe que eu fiz isso com minha filha menor, sem saber? Claro que o motivo não foi esse e sim porque ela não admitia que eu desse, era um sofrimento, acabei por colocar um pano no chão ela sentava e eu dava o prato. Comia sozinha com as mãos e depois eu a lavava e recolhia o pano e assim foi até que cresceu um pouco e já foi pra mesa. Muitas vezes me culpei, rs.. Adorei o post já que diminuiu muito minha culpa. Hoje ela tem 23 anos mora na Irlanda, se vira sozinha e come de tudo rs...Bem amiga,
Feliz Ano Novo! Que seja de saúde, prosperidade, paz, alegria, bom humor, criatividade e muito amor pra colorir a felicidade que lhe desejo. Montão de bjs e abraços

Adelaide disse...

QUE ENCANTO DE BEBÉ. SABE-LHE BEM A PAPINHA. DÁ GOSTO VER.