Seguidores

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

DIZER ADEUS A 2010 ..., SORRINDO!


Quero partilhar com a família e com os amigos, mesmo que ausentes, este último dia do ano. Recuso-me a atribuir ao ano 2010 culpas das nossas angústias. Quem está vivo, deveria olhar para a sua partida de sorriso nos lábios, pois muitos, neste momento, sofrerão profundamente, grandes e pesados dramas. Mas nós estamos vivos e capazes de lutar para que, no amanhã de todos, possamos ver o Mundo melhorar, dia-após-dia. É certo que isso exige de nós muitas cedências, alguns sacrifícios, mas a recompensa enorme, dada através dos resultados que possamos obter, será gratificante! Não deveremos esquecer, porém, que alguns passos irão ser de retrocesso, mas será, com esses mesmos passos, que iremos reconhecer onde errámos. Ninguém é perfeito. Basta que esses passos tenham sido dados, apesar de tudo, com o coração na sola dos pés, para que não fique o arrependimento ou qualquer mancha de desonestidade e de imoralidade, três factores altamente maléficos, no progresso que deveríamos contemplar, alheio a ganâncias e atitudes preversas. Estes têm sido - em grande escala - o que mais nos tem sido dado observar, lamentavelmente.

Relativamente longe do meu País, por opção pessoal, eu peço ao meu Deus proteção para todos aqueles que vivem lutando por um Mundo Perfeito - não direi mais-que-perfeito - sendo que, para mim, a Perfeição só existirá se, acima de tudo o que possamos fazer, sejam tomadas diretrizes no sentido de dar a toda e qualquer criança, independentemente das suas origens, aquilo de que NUNCA deveriam carecer, i.e., DE RESPEITO!!!

Maria Letra
Imagem de Stockvault.net

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

A ALIMENTAÇÃO E A CRIANÇA

Regras que defendo, para uma saudável relação criança-alimento.

O que entendo não devamos fazer:
 
1 - entreter a criança com brinquedos, jogos, filmes, etc., enquanto come.
2 - forçá-la a comer a quantidade que entendemos deva enfiar no estômago.
3 - andar a correr atrás dela, de prato na mão.

O que, na minha opinião, cada atitude destas, respectivamente,  pode provocar:

1 - prepotência na criança, que se julga no direito de exigir de nós essa tarefa.
2 - aversão pelas refeições, ou mesmo pelos alimentos. 
3 - falta de respeito pelo dever de sentar-se à mesa a comer, até para aprender a 'saborear' esse momento
     de convívio familiar.

Estou de acordo com o Dr. Benjamim Spock quando aconselha a deixar que a criança coma com  as mãos, para aprender a gostar dos alimentos. O início é 'catastrófico', mas, poco a pouco, vamos ensinado a criança a utilizar a colher, depois o garfo e, mais crescidinhos, o garfo e a faca.

Tenho assistido e verdadeiros 'desastres', no que toca à forma como a refeição de certas criança é orientada pelos pais e isso é lamentável, quanto a mim. Não pode haver um saudável relacionamento com o alimento, se não habituarmos a criança, 'suavemente', como comer, o que comer e o mínimo que deverá comer, se o todo não fôr o que deseja.

Maria Letra
Imagem da net

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

SUSSURRANDO AO OUVIDO ...



Há mais pessoas mortas por comerem demais, do que por comerem de menos.
Não exagerem!
Se excederem na bebida, não conduzam!
Olhem pela vossa saúde como se fosse a do vosso filho.
FELIZ NATAL!
Maria Letra

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

RECORDANDO, NATURALMENTE, OS AMIGOS

Façamos do Amor o nosso maior Aliado, para que o fim da guerra seja uma realidade.

Feliz Natal para Todos

Que cada palavra nossa passe uma mensagem de Amor,  para que se torne uma jóia a recordar toda a vida.


Maria Letra

MARAVILHOSA "ANONA"

Aconselho vivamente, os interessados em "Fitoterapia" a consultarem este ótimo site. Fiquei absolutamente deliciada com as importantes propriedades da "Anona", um fruto de enorme interesse aos que sofrem de cancro ou os que tudo desejem fazer para evitá-lo.

Ora eu que passava por este fruto e não lhe dava qualquer importância, hoje mesmo passará a fazer parte da minha sempre bem recheada taça de fruta.


Maria Letra

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

DICAS PARA UMA BOA ALIMENTAÇÃO

  • 1. Dividir a alimentação em 3 refeições principais e 3 lanches intermediários. Isso evita que o indivíduo fique beliscando entre as refeições, já que irá consumir pequenos lanches, aumentando o trabalho intestinal, pois haverá estímulo constante do trato digestivo e aumenta o gasto de energia para o metabolismo dos alimentos. Além disso, pequenos volumes ingeridos várias vezes ao dia fazem com que um estômago dilatado volte aos poucos ao normal.
  • 2. Deve-se mastigar no mínimo 30 vezes cada garfada. Esta ação proporciona uma melhor digestão e um melhor aproveitamento dos nutrientes, maior gasto de energia e uma menor ingestão alimentar, pois comendo devagar, uma menor quantidade de alimentos fará com o indivíduo se sinta  saciado.
  • 3. Deve-se ingerir muito líquido, principalmente água (2 a 3 litros) para a manutenção das funções normais do organismo, mas sempre no intervalo das refeições. Duvido se beber água, sem sede, será aconselhável. Se o fizer, pessoalmente sinto-me inchada. Consultei um dia, um médico japonês que me disse: "nunca beba água se não tiver sede. Mas atenção: mantenha uma alimentação saudável! Caso contrário, irá precisar de muita água, para 'lavar' o aparelho digestivo". Quanto mais saudável fôr a sua alimentação, menos consumo de água necessitará."
  • 4. O açúcar deve ser diminuido ou substituído por algum outro adoçante. É muito calórico e não traz benefícios à saúde. Não concordo. Prefiro substituir o açúcar branco, refinado, industrializado, por açúcar mascavado, de boa qualidade.
  • 5. As fibras devem fazer parte da ingestão diária para assegurar um bom funcionamento intestinal e para auxiliar na prevenção e tratamento de doenças como o aumento do colesterol e câncer de cólon. Além disso, alimentos ricos em fibras reduzem a sensação de fome. Recomenda-se o consumo de 20 a 30g de fibras por dia.
  • 6. O exercício físico, quando praticado de forma correta e orientado por profissional especializado, acelera a queima da gordura armazenada, auxiliando na redução de peso.
  • 8. Não dormir logo após as refeições e não comer alimentos pesados à noite, pois nesse período a digestão é mais lenta e difícil.


quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

AÇAI

Eu tomo, todos os dias, dois copos de Açaí, um sumo muitíssimo agradável e com o qual me sinto muito bem. Por esse motivo, procurei um site que me desse uma boa informação sôbre este fruto, afim de melhor elucidar quem possa estar interessado em tomá-lo, também. Eu já conhecia as suas vantagens, pois havia-me sido aconselhado por alguém em quem confio, sem a menor reserva. Isto não impede, no entanto, que haja reações diferentes. Nem todos reagimos da mesma forma aos alimentos. 
Aconselho-o, vivamente, a quem estiver interessado em inclui-lo na sua alimentação. Contudo, será prudente comprarem, apenas, em lojas de absoluta confiança, para que seja natural, sem corantes ou conservantes.



MITOS E VERDADES SOBRE O AÇAÍ
Por Maribel Gonçalves de Melos

O açaí é fruto do açaizeiro (Euterpe oleracea Martius), uma palmeira nativa do Pará, Amazonas, Maranhão e Amapá e que pode chegar a 35 metros de altura. Só após três anos de idade é que a árvore costuma dar frutos, o que é dificultado pela utilização precoce do caule para extração do palmito. A safra dos frutos ocorre de agosto a dezembro. A proporção comestível do fruto é pequena – de 6 a 19% do total.
Há uma crença popular de que o açaí é fonte de ferro, o que não corresponde à verdade, uma vez que em 100g de fruto encontram-se 1,5 mg de Ferro.
Este fruto é rico em gorduras do tipo polinsaturadas e moninsaturadas – consideradas saudáveis e protetoras. Dentre as gorduras monoinsaturadas destaca-se o ácido oléico – 45%  dos ácidos graxos do fruto. Para percebermos o quanto o fruto é uma excelente fonte de ácido oléico basta comparar com o azeite de oliva que contém 77%.

A grande vantagem desta fonte de gorduras saudáveis é a presença de ótimos níveis de antioxidantes que protegem as gorduras. Bom exemplo disto é a vitamina E - 45 mg/100g de fruto seco. As gorduras monoinsaturadas e polinsaturadas costumam oxidar facilmente, mas a vitamina E evita esta oxidação e rancificação.

O açaí oferece ainda potentes antioxidantes como as antocianidinas – provenientes dos alimentos de cor roxa. As antocianidinas conferem ao açaí a categoria de alimento funcional por possuírem a capacidade de captar radicais livres, atuando na prevenção de doenças cardiovasculares e circulatórias.
Por sua capacidade de proteção às membranas das células e por impedir que estas sejam agredidas por agentes oxidantes, as antocianidinas têm sido alvo de estudo frente a bactéria Helicobacter pylori, diabates mellitus, doença de Alzheimer e lesões renais.
No sul do país é mais fácil encontrar a polpa congelada do açaí, para o preparo do açaí na tigela onde se agregam ingredientes como banana, xarope de guaraná e granola, que ajudam a conferir um sabor mais doce à fruta. A polpa congelada quando bem armazenada, mantém suas características nutricionais e funcionais (Kuskoski ET al, 2006).
Pelo fato de possuir alto teor de gorduras, o açaí oferece valor nutricional elevado, principalmente se forem agregados ingredientes como xarope (à base de açúcar) e granola. Se acrescentar apenas água ou suco de frutas, para ficar mais palatável, o valor calórico não é muito maior que o de outras frutas.

Composição nutricional
Energia – 66 cal
Proteínas – 1,3 g
Lipídios – 4,8 g
Carboidratos – 1,5 g
Cálcio – 286 mg
Ferro – 1,5 mg
Fósforo – 124 mg
Zinco – 7 mg
Magnésio – 174 mg

Sugestões para saborear o açaí  
Suco de açaí (146 cal) 
100 g de polpa de açaí congelada
1 copo de suco de uva
2 cubos de gelo
Bater todos os ingredientes no liquidificador e beber em seguida. É uma opção para um lanche entre refeições ou para acompanhar uma refeição.
Smoothie (226 cal)
1 banana cortada em pedaços e congelada
100 g de polpa de açaí congelada
2 a 3 amoras congeladas ou polpa de amora
1 copo de suco de uva
2 cubos de gelo
Bater todos os ingredientes no liquidificador e beber em seguida. Boa opção para lanche após atividade física.
 
Açaí na tigela (360 cal)
1 banana cortada em pedaços e congelada
200 g de polpa de açaí congelada
1 copo de suco de uva ou água de coco ou xarope de guaraná (300 ml)
1 colher de sopa de granola
Bater os 3 primeiros ingredientes no liquidificador até formar uma pasta. Servir e polvilhar a granola por cima.  Pode ser usado como café da manhã ou para substituir uma refeição.

Maria Letra
Texto extraído do blog: 
http://www.igeduca.com.br/artigos/nao-morra-pela-boca/mitos-e-verdades-sobre-o-acai.html