Seguidores

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

A ROMÃ - um antibiótico natural


A romã foi utilizada como “antibiótico natural” no tratamento de amigdalites, faringites e outras afecções da cavidade orofaríngea. As infusões obtidas a partir da casca eram empregues para tratamento de diarreias; as das raízes e troncos como vermífugas (eliminação de vermes intestinais, como a ténia) e as das sementes no tratamento de afecções oculares como a conjuntivite. Das suas sementes é também obtido um óleo com propriedades antibióticas e antiinflamatórias, considerado como tónico para o sistema neuromuscular.
Recentemente, vários estudos clínicos permitiram concluir que o consumo de sumo e extractos obtidos da polpa e casca de romã permitem reduzir o risco de desenvolvimento de doença coronária, uma vez que a acção dos seus constituintes impede a oxidação das moléculas de LDL e previne o desenvolvimento de aterosclerose.
As últimas pesquisas sugerem ainda a sua eficácia no combate à hiperplasia benigna e ao cancro da próstata e na redução do risco de desenvolvimento de osteoartrite. As sementes de romã, contidas no interior dos pequenos bagos vermelhos, apresentam propriedades fitoestrogénicas úteis na regulação de algumas alterações hormonais e no alívio dos sintomas associados à menopausa.
Devido às propriedades anti-microbianas do sumo, o seu extracto tem vindo a ser utilizado por alguns ginecologistas no tratamento de casos de leucorreia e até mesmo no combate ao vírus do herpes genital.
Texto do Dr. Pedro Lobo do Vale (Médico)

Maria Letra
Imagem da net

2 comentários:

A. João Soares disse...

Querida Mizita,

Realmente, a Natureza dá tudo o que necessitamos para viver com saúde e boa disposição. É preciso sabermos o que e como utilizar em cada momento e na rotina diária. A Amiga está a aqui a fazer um favor a quem quiser vir beber saber de bem viver.
Não desfaleça e continue esta obra de muita generosidade.

Beijos
João

Maria Letra disse...

Obrigado, amigo João Soares, pelas suas palavras, às quais só hoje respondo porque tenho estado afastada deste blogue.
Não desfalecerei, sem dúvida. O meu comentário no post "Suspensão Temporária" esclarece os porquês.
Um grande abraço.
Maria Letra