Seguidores

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Corpo São - Mente Sã - Espírito São

Para conseguir alcançar este TRIO importante, o qual nos permite uma vida mais longa, há um conselho a dar, hoje cada vez mais seguido. O segredo está no que comemos e na forma como o fazemos.

1. Devemos procurar usar alimentos naturais, integrais, cuja composição não contenha aditivos.
2. Há que evitar os refinados.
3. Ter sempre em atenção que devemos variar a nossa alimentação o mais possível, tendo em conta os elementos que devemos fornecer ao nosso organismo, diariamente, nunca pecando, nem por excesso, nem por defeito. Para tal, é necessário ter sempre presente, na cozinha, quando elaboramos os nossos menus, uma tabela onde esses elementos estão especificados, bem assim como os alimentos que os contêm, o que tive o cuidado de fornecer, sucintamente, num post
anterior.

Nota: Sugeria seguissem o meu conselho: preparem, semanalmente, os vossos menus semanais. Preocupar-se-ão com isso apenas uma vez por semana e não enfrentarão desagradáveis contratempos de quererem cozinhar e não terem os necessários ingredientes. Irem às compras, diariamente, obrigará os mais velhos a caminhar, a saír de casa. Se ainda trabalham e, portanto, não podem saír todos os dias, para fazer compras, por falta de tempo, sugiro façam o que fiz durante muitos anos, quando trabalhava.
- Façam uma alimentação de "desintoxicação" ao sábado, comendo mais frutas/legumes e yogurts e, portanto, não tendo de perder tanto tempo na cozinha, à hora de almoço.
- Aproveitem a manhã para irem às compras.
- Elaborem os menus à tarde, dividindo os produtos comprados por recipientes numerados de acordo com os respectivos menus escolhidos e coloquem no frigorífico/congelador.
Fiz isto durante alguns anos e resultou muito bem.

A partir dos 3 dados importantes, acima espeficados, há que seguir toda uma série de conselhos, que fazem parte do todo que dá equilíbrio à nossa saúde, tais como:

a) Devolver às refeições a importância enorme que têm, comendo sentados a uma mesa (nunca de pé, como se vê fazer, tantas vezes, os que trabalham).
b) Comer devagar, mastigando muito bem os alimentos. A própria água deve ser bebida, salivando-a.
c) Durante as refeições, evitar falar de assuntos que possam alterar o nosso estado emocional. Temas leves, sôbre música, cinema, literatura, o dia escolar, o dia de trabalho, etc., são preferidos a temas onde a exaltação possa alterar o nosso sistema nervoso e, portanto, mexer com as digestões e com a disposição pós-refeição.
d) Não encharcar o estômago de líquidos durante a refeição, o que irá provocar um atrazo na digestão e, além disso, dilatar o estômago. Este hábito, quando repetido sistematicamente, irá provocar a dilatação do estômago e, consequentemente, fazer-nos sentir, progressivamente, a necessidade de comer uma maior quantidade de alimentos, facto que não ajuda nada quem quer manter um físico sem acumulação de gordura nos pontos onde é menos desejada.
e) Evitar esforços físicos violentos, após as refeições. Conceder 20 a 30 minutos de repouso ao corpo, antes de re-iniciar a sua actividade.

Maria Letra

Sem comentários: